Ao contrário que muita gente pensa, o cold brew não é uma bebida, mas um método diferente de extração de café a frio.

Nos Estados Unidos, o método se popularizou de tal forma que chegou a aumentar o consumo de café em mais de 450% nos último anos.

Aqui no Brasil a novidade vem se consolidando entre os amantes da bebida, visto que este tipo de extração combina demais com o clima quente de regiões tropicais como as nossas.

No cold brew tradicional, os grãos de café são torrados e moídos na hora, para depois passar por um processo de infusão em água fria, de forma totalmente artesanal.

O líquido extraído é coado e pode servir de base para as mais diferentes receitas, inclusive ainda armazenado ou congelado para ser utilizado depois, por conta da sua durabilidade estendida.

Este processo conserva as propriedades do café intactas, mantendo-as puras, e faz com que o café tenha um sabor mais leve, refrescante, naturalmente adocicado e com menos amargor e acidez.

Portanto, na questão do paladar, o cold brew traz uma experiência diferente de todas os outros métodos de preparo da bebida.

Quer conhecer tudo o há por trás do cold brew? Vamos explicar abaixo, o que é, como se faz, seus utensílios específicos e benefícios para a saúde.

Mas afinal, o que é o “Cold Brew”?

Como mencionamos acima, o Cold Brew é um método de infusão que passa por um longo processo de extração a frio (entre 12h e 24h), ao invés dos métodos que utilizam a água quente e/ou pressão.

No processo, o café em pó ou grão moído é submetido à fermentação pelo tempo de contato com a água, fazendo com que alguns de seus compostos sejam dissolvidos.

O resultado é uma bebida suave, de aroma intenso, sabor leve e delicado, menos amarga e ácida (70% menos ácido), que ressalta a doçura do grão, conservando as suas propriedades mais puras.

Como o café costuma ficar horas em temperatura baixa aos invés de água fervente, ele não libera todos os seus componentes solúveis, como os ácidos indesejáveis e os óleos amargos do grão.

Por isso, o sabor de um Cold Brew é mais aromático e menos ácido.

Além disso, a concentração de cafeína é menor, visto que ela é liberada com a temperatura alta da água, em determinado tempo de contato.

É um método simples, mas de peculiaridades

Cada barista vai ter o seu jeito de preparar o Cold Brew. No entanto, qualquer que seja a variação em tempo e moagem do grão pode influenciar no resultado do café.

Através desse método, o ideal é não aromatizar o café extraído com outros sabores mais fortes nem exagerar na quantidade de leite, para não perder o sabor do café.

Além disso, o grão de café escolhido deve ser especial, de preferência um café arábica de alta qualidade.

Para que tudo saia perfeito, o grão de café tem que ser moído grosseiramente para não amargar.

A infusão deve ser feita com água em temperatura fria ou ambiente, e depois tampada para ficar descansando.

Quando for servir ou preparar alguma receita, basta coar o líquido com uma peneira fina, um filtro de metal ou coador de pano.

Se o recipiente estiver bem vedado, a extração pode durar até três dias na geladeira sem perder o sabor original do grão.

O que há por trás do cold brew?

preparando o brew

Já sabemos que o cold brew é um método de extração de café a frio que demanda longas hora de preparo, e que modifica bastante o sabor e aroma da bebida, deixando-a mais suave, adocicada e menos ácida.

Por que isso acontece?

O grão de café contém inúmeros compostos químicos, sendo os principais a cafeína, o ácido málico (composto amargo encontrado nas maçãs verdes) e o furaneol (composto doce presente nos morangos).

Quando preparamos o café, seja pela extração quente ou fria, o intuito é sempre extrair os melhores compostos dos grãos e transferí-los para a água.

Esse processo é chamado de fermentação e envolve dois fatores essenciais: a temperatura da água e o tempo em que o café moído fica em contato com ela.

É aqui que está a principal diferença entre a bebida fria e a quente, pois o processo de fermentação é completamente diferente entre elas.

Extração quente x Extração a frio

Em ambos os modos de preparo, o objetivo é sempre extrair os melhores sabores e aromas do café, mas o método tradicional com água quente vai fazer isso em poucos minutos, e pelo método cold brew a extração vai levar um maior tempo.

No processo que utiliza a água quente/fervente, os compostos do café são liberados rapidamente, sendo que a alta temperatura também faz com que os ácidos e óleos de café sejam degradados e oxidados mais rapidamente, levando a uma maior acidez e amargura.

Já a extração a frio depende de um longo período de preparação através do contato do café com a água, ao invés de alta temperatura.

É a infusão que garante esse sabor singular ao café.

Dessa forma, a extração a frio produz sabor mais doce e suave porque muitos dos compostos com esse mesmo perfil são solúveis em água fria, ao contrário dos óleos e ácidos que possuem maior acidez e amargor e são estimulados pela temperatura alta.

Assim, mesmo que o café extraído pelo método cold brew seja considerado “forte” em proporção de café e água, ele não apresenta o mesmo amargor ou acidez.

Outra grande vantagem é poder controlar o perfil de sabor para torná-lo ideal para o seu paladar.

Isto é, o cold brew permite aumentar a proporção de café em relação ao volume de água para torná-lo mais concentrado ou menos concentrado.

Benefícios da extração de café a frio

copo de café com gelo

Por ser mais suave, ter menor concentração de ácidos e cafeína em comparação ao café extraído em água quente, um dos principais benefícios do cold brew é oferecer uma bebida que não agride o estômago.

Justamente por não liberar os óleos de sabor amargo e ácidos do café, a infusão a frio torna o café menos ácido, reduzindo ou até anulando os efeitos colaterais da bebida para quem possui um aparelho digestivos mais sensível.

Outro benefício do cold brew é a praticidade que ele traz quando preparado com antecedência, pois tem uma alta durabilidade, além de poder ser congelado ou mantido na geladeira por até 10 dias para ir sendo utilizado gradualmente, sem que o seu sabor seja prejudicado.

Além disso, embora seja um café suave, a bebida contém antioxidantes e outras substâncias benéficas à saúde. Por isso, o cold brew é muito utilizado em dietas pré-treino, a fim de fornecer uma energia extra para a atividade física.

Os outros benefícios incluem sabor único e incomparável, inúmeras possibilidades de preparo e consumo com relação à diferentes receitas de cafés gelados, sobremesas e drinks, misturado a outros ingredientes.

Como fazer cold brew?

A facilidade de preparo do cold brew também tem contribuído para a popularidade do método.

O mercado já oferece uma série de equipamentos e utensílios com produtos específicos para o preparo do cold brew, cada um combinando com o estilo do consumidor.

Para preparar o cold brew em casa, sem precisar investir em um equipamento específico, você só vai ter que reunir três utensílios básicos: um moedor de café ou comprar um pó já moído para esta extração, uma jarra com tampa (de preferência hermética) e coador (preferencialmente de malha e/ou tecido).

A quantidade produzida também fica a cargo do consumidor. Porém, a proporção normalmente indicada para a extração cold brew é de a cada 10 gramas de café moído, usar 100 ml de água.

Depois de reunir todos os utensílios, você terá que escolher um café de qualidade superior, de preferência em grãos 100% café arábica – que apresentam melhor sabor e de qualidade.

Se você adquirir o café em grão, a moagem terá que ser grossa, preparada um pouco antes do cold brew, a fim de minimizar os efeitos da oxidação dos grãos e obter uma bebida com maior frescor.

Ingredientes para o Cold Brew:

  • 40 g de café já moído (moagem grossa)
  • 400 ml de água fria

Modo de preparo:

  • Em um recipiente de vidro com tampa hermética bem vedada, coloque o café previamente moído e em seguida a água fria (temperatura ambiente);
  • Mexa a mistura por alguns segundos com a ajuda de uma colher;
  • Tampe e deixe descansar por infusão cerca de 10 a 15 horas na geladeira ou fora dela;
  • Passado o tempo de infusão, coe a quantidade de líquido no filtro;
  • Beba em seguida com algumas pedras de gelo ou dilua o concentrado no leite, creme ou com os ingredientes de sua preferência.

Obs: A receita pode ser conservada em geladeira entre 10 a 12 dias.

Cold brew na French Press (prensa francesa)

Há vários equipamentos e marcas diferentes para preparar o cold brew, mas um dos mais tradicionais e acessíveis é a French Press (prensa francesa), que dependendo do material (vidro, plástico e aço inoxidável) pode ter um preço médio a partir de R$ 20.

A french press é um método de extração bastante conhecido por quem aprecia formas mais artesanais e sustentáveis, sendo que ela pode ser usada tanto para extração tradicional, como a frio, sem ter que ser preocupar em aquecer a água.

O tempo de preparo será de cerca de 12h e não precisa abaixar o êmbolo do equipamento. A vantagem desse método é a praticidade, já que o equipamento é bem compacto e portátil.

Ela também dispensa a troca de filtros a cada preparo, pois já vem com o seu próprio, além da jarra e êmbolo com tampa.

É possível encontrar prensas de vários tamanhos e modelos, mas normalmente podem produzir 1 litro da bebida.

5 Receitas deliciosas para usar o cold brew

drinks de cafe cold brew

Existem inúmeras receitas que podem ser usadas com o cold brew, sendo o mais essencial a escolha de um bom café, e tomando o cuidado para moer os grãos pouco antes de iniciar a produção, sempre atenta na proporção com a água.

Veja abaixo algumas receitas super simples e práticas para incrementar o cold brew e servir drinks maravilhosos de café gelado.

1. Cold brew com água de côco

Essa é uma versão bem diluída, refrescante e adocicada.

Uma excelente opção para tomar no verão — podendo até adicionar cubos de gelo feitos com a própria água de côco.

Ingredientes:

  • 10g de café especial/gourmet;
  • 100ml de água de coco.

Modo de preparo: Misture o café moído em granulometria grossa e junte com a água de côco gelada no seu equipamento de cold brew ou em uma jarra com tampa hermética.

Deixe ficar em infusão na geladeira por cerca de 12h a 18h. Depois, coe todo o líquido em filtro de malha, voal ou papel, e beba em seguida. Pode adicionar cubos de gelo feitos previamente com água de côco.

2. Com leite

A receita é uma versão do Lattè gelado, outra delícia para tomar no verão e se refrescar com um sabor único de café com leite.

Rende quatro porções.

Ingredientes:

  • 40g de café especial/gourmet moído
  • 400ml de água fria
  • 100 ml de leite
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: Em um recipiente com tampa hermética ou equipamento para cold brew, misture o pó e em seguida a água fria, mexendo com uma colher.

Tampe de deixe descansar entre 10h e 15h, em geladeira ou em temperatura ambiente.

Passado o tempo, coe a mistura em filtro de tecido e bata com o leite no liquidificador até formar espuma. Sirva em seguida com gelo.

3. Com ervas

Para quem gosta de adicionar sabores cítricos ou mais aromáticos ao café, essa receita vai surpreender. Fica deliciosa e é super adequada no calor do verão. Rende quatro porções.

Ingredientes:

  • 40g de café especial/gourmet moído grosso
  • 400ml de água fria
  • 100 ml de infusão de capim-limão ou de hortelã frescos
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: Em uma jarra com tampa hermética ou equipamento para cold brew, coloque o pó de café e a água fria, deixando descansar entre 10h e 15h, em geladeira ou em temperatura ambiente.

Depois coe a mistura em filtro de tecido de trama fina e reserve. Ferva água 100 ml, desligue e faça uma infusão com as folhas de capim-limão ou hortelã por 2-3 minutos, coe e deixe esfriar.

Por fim, bata no liquidificar o cold brew com a infusão de capim-limão ou hortelã, e sirva bem gelado.

4. Affogato com cold brew

A receita é a versão gelada do Affogato italiano, uma espécie de drink-sobremesa deliciosa feita originalmente com café expresso quente. Rende duas porções.

Ingredientes:

  • 2/3 xícara de café especial moído
  • 3 xícaras de água fria
  • 2 bolas de sorvete de baunilha
  • 1 barra de chocolate ralado

Modo de preparo: Misture o café moído e a água fria em uma tigela pequena, cubra com plástico filme e reserve por 12h. Após a fermentação, coe o líquido em filtro de tecido.

Coloque as colheres de sorvete em uma taça ou bowl de sobremesa e, em seguida, derrame de 1/4 a 1/2 xícara do café extraído por cold brew por cima. Por fim, decore com o chocolate ralado e sirva em seguida.

5. Com Nutella ou calda de chocolate

A receita é uma espécie de milkshake menos cremoso, mas super refrescante e deliciosa. Ótima opção para servir para as crianças no verão.

Ingredientes:

  • 200 ml de café extraído por cold brew;
  • 2 colheres bem cheias de leite em pó;
  • 1 colher de café de achocolatado em pó;
  • 20 ml de leite de coco;
  • 1 colher de sopa de Nutella ou calda de chocolate;
  • Gelo a gosto.

Modo de preparo: Em um copo ou taça de vidro transparente, passe uma colher de Nutella na parte inferior ou derrame a calda de chocolate pelas laterais internas e fundo, depois reserve.

Com a ajuda de um mixer, adicione o cold brew e o leite em pó, misturando por alguns segundo, depois acrescente o achocolatado e o leite de côco. Despeje em seguida, todo conteúdo na taça, coloque alguns cubos de gelo e sirva.

Pronto! Agora você já sabe tudo sobre o cold brew e vai poder preparar deliciosas receitas na sua casa e impressionar a todos com esse sabor. Experimente!

cafeteria preparando delicioso café

Cafeteiras e Acessórios com Bons Preços

A Amazon preparou uma sessão com os produtos mais vendidos em sua categoria de cafeteiras e acessórios para café.

São centenas de produtos com preços acessíveis para você preparar seu café melhor.

Não perca a oportunidade de conferir os produtos em destaque.