Benefícios do Café: 15 Pontos Positivos para sua Saúde

Benefícios do café

O café é a segunda bebida mais consumida no mundo. Além de delicioso, beber café pode trazer diversos benefícios à sua saúde. Mas, afinal, você sabe quais são os benefícios do café?

De cara, imediatamente você pode pensar em alguns benefícios: dar um ânimo, tira o sono, dentre tantos outros. Fora que um café expresso ou um café coado, do seu jeitinho, é simplesmente uma delícia.

Mas, os benefícios do café vão bem além de somente espantar aquele sono depois do almoço, ou garantir o ânimo pela manhã.

Assim, vamos falar dos benefícios do café para sua saúde. E tudo com estudos que comprovam cada um desses benefícios!

Porque aqui, no ReviewCafé, a gente ama café e tudo de bom que uma bela xícara de café nos traz! Confira!

Quais são os benefícios do café para a saúde e para o corpo humano?

Benefícios do café
Fonte: twenty20photos (Elements)

Para entendermos todos os benefícios do café, é importante sabermos que as qualidades do café para nossa saúde estão geralmente associadas à sua rica composição química.

De fato, além da cafeína, encontramos no café ácido clorogênico, hidroxi-hidroquinona, além de outros ácidos, como ácido cafeico.

O café também possui agentes analgésicos, anti-inflamatórios e antioxidantes, minerais e vitaminas do complexo B. Só por isso, já dá para imaginar os muitos benefícios presentes na bebida.

Além disso, frações de café contêm cafestol e kaweol, conforme demonstrado por esse estudo científico, feito por pesquisadores paquistaneses [1].

Todos esses componentes são muito importantes para entendermos como o café age no organismo.

1. Melhora a função cognitiva

A cafeína tem ação na melhora da função cognitiva. O que um estudo feito em colaboração por pesquisadores canadenses e americanos [2] demonstrou é que a cafeína age bloqueando receptores de adenosina no organismo.

Dessa forma, em doses baixas a moderadas (de 40 mg até 300 mg diariamente), a cafeína atua na melhora da vigilância, atenção e tempo de reação.

Assim, a função cognitiva é melhorada, com doses de café.

De fato, algumas profissões nas quais a função cognitiva é bastante exigida, porém com pouco sono adequado, como é o caso de trabalhadores da área da saúde em turnos noturnos, por exemplo, o café pode auxiliar.

Nesses casos, o café é um forte aliado para não haver perda na produtividade e manutenção da segurança, mesmo com poucas horas de sono adequado.

Em um estudo [3] realizado em um centro de psiquiatria e neurociência nos Estados Unidos, diferentes grupos foram avaliados durante períodos noturnos, sem sono adequado, mas com consumo de 800 mg de cafeína.

O que se concluiu nesse estudo foi que 800 mg de cafeína consumidas diariamente em períodos noturnos de trabalho, sem sono adequado, foram uma estratégia efetiva para manutenção da função cognitiva.

2. Afeta positivamente a performance física

Atletas amadores já sabem como o café melhora o desempenho físico. Não são poucos que consomem um pouco de café ou até cápsulas de cafeína antes de um treino mais puxado, por exemplo.

Mas, isso não é só para atletas.

Algumas ocupações, que demandam boa performance física e reação cognitiva adequada, como militares, trabalhadores de indústria em turnos noturnos e trabalhadores de transporte, podem sentir os benefícios do café em suas ocupações diárias.

Benefícios do café
Fonte: amenic181 (Elements)

3. Ajuda a prevenir a depressão

A depressão é um problema de saúde que afeta um grande número de pessoas – não só no Brasil, mas em todo o mundo. Cada vez mais, a depressão e os problemas de saúde mental têm sido estudados.

O café tem um efeito protetor sobre o desenvolvimento de depressão, demonstrado nesse estudo [4], o qual analisou o efeito do café e chá sobre a depressão.

Assim, o que os pesquisadores concluíram foi que uma dose de 400 mL de café diariamente consegue atingir um pico na proteção contra a doença.

Além disso, existe algo melhor do que sentar com amigos ou familiares e apreciar uma bela xícara de café? Isso é um hábito social e que promove bem-estar. Com isso, o risco de desenvolvimento de depressão é minimizado.

4. Previne contra o câncer

Devido à sua composição química, o café tem efeitos protetores moderados contra variados tipos de câncer. Existem estudos [5] que demonstram o efeito protetor do café contra câncer basal.

Outros tipos de câncer também são susceptíveis à ação da cafeína, como é o caso do câncer de fígado, cólon e endométrio.

As propriedades de proteção contra o câncer estão relacionadas às propriedades antioxidantes do café.

Essas propriedades antioxidantes auxiliam o organismo a remover os radicais livres, que são consideradas substâncias tóxicas, sendo subprodutos de diversas reações.

Outra razão no efeito preventivo do café sobre variados tipos de câncer é que o consumo regular de café diminui a produção de estrogênio.

O estrogênio é um hormônio ligado ao desenvolvimento de variados tipos de câncer, sobretudo nas mulheres, como o câncer de mama, por exemplo.

5. Protege contra doença cardiovascular

De acordo com o estudo de O’Keefe et al (2018) [6], a seguinte conclusão foi estabelecida:

[…] “Consumo habitual de café é também associado com menores riscos de doença cardiovascular e uma variedade de consequências de problemas cardiovasculares, incluindo doença coronariana, falha cardíaca congestiva e derrame.”

Os autores desse estudo também mencionam que o consumo de café de forma crônica melhora fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Dentre eles, os autores citam:

  • Diabetes tipos 2;
  • Depressão;
  • Obesidade.
Benefícios do café
Fonte: Wavebreakmedia (Elements)

6. Age na proteção ao desenvolvimento de diabetes tipo 2

O diabetes é uma doença que afeta mais de 10% da população mundial. Existem, basicamente, dois tipos de diabetes.

O tipo 1 é considerado uma doença autoimune e que afeta mais crianças. Nesse tipo, o pâncreas para completamente de produzir insulina e a criança deve receber aplicações de insulina diariamente. Não tem relação com o estilo de vida.

Já o tipo 2, o mais comum, está comumente ligado à obesidade e sedentarismo, além de alimentação inadequada.

No diabetes tipo 2, há maior resistência insulínica, ou seja, o pâncreas precisa, cada vez mais, produzir mais insulina para a alimentação ingerida.

A tendência, com a progressão da doença, além de medicação oral, é a necessidade de aplicação de insulina. Mas, muitos casos de diabetes tipo 2 conseguem ser revertidos ou bastante melhorados com a adequação da dieta e incorporação de novos hábitos saudáveis.

Assim, de acordo com outro estudo [7], realizados por pesquisadores brasileiros, existem massivas evidências científicas sobre a prevenção de desenvolvimento de diabetes tipo 2 por consumir regularmente de 3 a 4 xícaras de café diariamente.

Esses benefícios do café são relacionados à presença do ácido clorogênico e a cafeína, os quais são os dois constituintes mais presentes no café após a torra. Além disso, esses componentes auxiliam no controle da glicose.

Risco diminuído de desenvolver diabetes com consumo diário de café

Já outro estudo, feito por pesquisadores de saúde da Universidade de Harvard, publicada em 2018 no periódico científico Diabetologia, analisou dados de 100 mil pessoas, estabelecendo a relação entre consumo de café e desenvolvimento de diabetes tipo 2.

De acordo com os resultados, os pesquisadores concluíram que as pessoas que beberam ao menos uma xícara de café diariamente tiveram risco 11% menor de desenvolver diabetes tipo 2 do que aquelas pessoas que não beberam.

Além disso, o estudo também mostrou um risco 17% maior de desenvolver diabetes no grupo de pessoas que diminuíram em uma xícara o consumo de café diário.

7. Tem ação no metabolismo

Outra propriedade da cafeína é estimular o metabolismo. Não é à toa que parece que o organismo ganha um ânimo após uma boa xícara de café.

Com isso, outros dois benefícios ocorrem: para começar, com o metabolismo mais ativo, você consegue gastar mais calorias.

E isso, provoca o emagrecimento, que é o próximo benefício do café que falaremos.

8. Auxilia a emagrecer

Não existe produto milagroso quando se trata de perda de peso. Ou seja, se você não faz uma dieta adequada, com baixos índices de carboidratos simples e não pratica nenhuma atividade física, emagrecer será um complexo processo.

Então, não adianta exagerar no consumo do café nessa situação!

Agora, se você já tem uma alimentação balanceada e já faz exercícios físicos, o café pode te ajudar a emagrecer – por três motivos.

O primeiro, já falamos, que é por estimular o metabolismo. Já o segundo, é simples: quando você toma café, consome menos calorias.

Sim, é fato: ao tomar uma xícara de café, a sua “fome” pode ser “enganada”. Assim, como o café não possui calorias, torna-se uma boa opção de bebida entra as refeições.

Mas, aqui vai um alerta: não adianta adoçar o café com açúcar, certo? Nesse caso, esse benefício deixará de existir e você ganhará mais calorias à sua dieta. E, além disso, não irá apreciar o café com todo o seu sabor.

Já explicamos aqui no ReviewCafé porque você deve optar por tomar seu café puro, sem adoçar. E que, para isso, basta você consumir café de qualidade, com torra ideal, além de fazer disso um hábito.

E o último motivo é o fato do café ajudar na queima de gordura, visto que estimula o sistema nervoso simpático e a oxidação lipídica. Com isso, há aumento da concentração de adrenalina no sangue, o que causa a quebra da gordura.

Benefícios do café
Fonte: Viktoriyamart (Elements)

9. Proteção contra Alzheimer e mal de Parkinson

Doenças degenerativas, como Alzheimer e mal de Parkinson, se instalam por diversos motivos. Porém, embora ainda haja dúvidas sobre como essas doenças surgem, alguns fatores já são sabidos.

Existem substâncias, denominadas neurotransmissores, que têm efeito protetor sobre as células do sistema nervoso central. Dentre essas substâncias, está a dopamina.

A queda na produção da dopamina tem relação com o desenvolvimento do Parkinson. Isso porque a dopamina estabelece a comunicação entre as células do cérebro, auxiliando no controle. Quando sua quantidade é reduzida, há o desequilíbrio de movimento do mal de Parkinson.

Já no caso do mal de Alzheimer, a doença se instala com a concentração de uma substância, denominada proteína tau, bem como outra, a beta-amiloide, em regiões do cérebro.

Para esse benefício, não estamos falando da cafeína, pois o efeito protetor contra o mal de Alzheimer está presente até mesmo em cafés descafeinados.

No caso, o efeito protetor do café sobre as células do cérebro, levando à proteção contra o mal de Alzheimer está relacionado aos fenilindanos, que são compostos que surgem no café após a torra.

Assim, esses compostos inibem especificamente a proteína tau e o acúmulo de beta-amiloide, levando à proteção contra o Alzheimer.

10. Combate o envelhecimento precoce

Envelhecer faz parte da vida. Agora, o envelhecimento precoce pode ser combatido. E para isso, as substâncias antioxidantes têm um efeito potente no combate ao envelhecimento.

Isso porque, conforme já explicamos, as substâncias antioxidantes evitam a produção e auxiliam na remoção dos radicais livres no organismo.

Os radicais livres estão diretamente ligado ao envelhecimento celular e também ao surgimento de rugas e linhas de expressão.

Não é à toa que a indústria cosmética, já sabendo desses benefícios do café, passou a incluir o café e seus subprodutos em tantos produtos para a pele.

11. Ajuda na melhora da prisão de ventre

O intestino é um órgão que deve funcionar perfeitamente. Afinal, nada pior do que estar com prisão de ventre.

De fato, um intestino preguiçoso pode contribuir para o surgimento de infecções intestinais, visto que o que não é aproveitado da alimentação deve ser eliminado rapidamente pelo organismo.

Além disso, a microbiota, que é os tipos bacterianos presentes no intestino, deve ser equilibrada, para que também não haja infecções intestinais.

Nesse contexto, o café age ajudando na prisão de ventre. Mas, se o café não possui fibras em sua composição, como ele ajuda na melhora da prisão de ventre?

Mais uma vez, a cafeína contida no café tem esse efeito. A cafeína age na contração do estômago e do sistema digestivo, em geral, contribuindo para o movimento peristáltico.

Assim, o movimento peristáltico é a contração e relaxamento de todo sistema digestivo, fazendo com que o alimento saia do estômago e chegue até o intestino, sendo digerido no processo.

Com o movimento peristáltico, o bolo alimentar chegando ao intestino tem suas propriedades positivas absorvidades e o que não interessa ao organismo é levado para a formação das fezes.

Mais uma vez, o intestino também tem uma movimentação para que as fezes cheguem até o final e assim, sejam eliminadas.

12. Auxilia o sistema digestivo

Benefícios do café
Fonte: amenic181 (Elements)

Você já deve imaginar porque o café auxilia o sistema digestivo. Mas, existem também outras razões.

A presença do ácido clorogênico no café auxilia o crescimento de bactérias “boas” no organismo. Isso é fundamental para se ter uma flora bacteriana equilibrada no intestino.

13. Combate dores de cabeça e enxaquecas

Já ouviu o ditado popular “Estou com dor de cabeça! Toma um café que melhora!”

Não é apenas um ditado popular, é a ciência que mostra como isso tem bastante fundo de verdade.

As dores de cabeça, sobretudo as mais fortes, encontram alívio com doses de café, pela presença da cafeína.

Além disso, o café tem propriedades analgésicas, que também aliviam quando a dor de cabeça já está instalada.

Claro que a melhora desses sintomas é muito individual. Há pessoas que têm um alívio muito suave dos sintomas. Já outras se sentem muito melhores e nem precisam tomar analgésico para a dor de cabeça.

Portanto, é importante verificar para você qual o efeito de uma xícara de café quando você está com dor de cabeça.

14. Mais atenção ao volante

Você sabia que o café pode ajudar a reduzir os riscos de acidentes automobilísticos? Não é à toa que muitos motoristas optam por uma xícara de café antes e durante suas viagens.

Como a cafeína age melhorando a concentração, as chances de se ter um acidente automobilístico, também diminuem.

15. Aumenta a expectativa de vida

Benefícios do café
Fonte: amenic181 (Elements)

Quer viver mais? Aposte no café!

Falamos sobre os vários benefícios do café e o último é um dos melhores: tomar café faz você viver mais!

Algumas razões já foram bastante descritas nesse artigo: protege de doenças cardiovasculares, protege do diabetes, protege contra o câncer e minimiza riscos de acidentes, por exemplo. Essas são só algumas razões pelas quais tomar café diariamente faz você viver mais.

Mas, falando especificamente sobre a expectativa de vida, um estudo conduzido pelo pesquisador Marc Gunther, do Instituto de Pesquisas sobre o Câncer, avaliou dados de mais de meio milhão de pessoas, espalhados por 10 países europeus.

Como conclusão, esse estudo apontou que um maior consumo de café estava ligado ao menor risco de morte por qualquer causa. Ou seja, pessoas que bebiam café tinham menor risco de morrer, independentemente da causa.

Além disso, outro estudo com mais de 180 mil pessoas também apontou os benefícios do café sobre a longevidade. Nele, foi apontado que os consumidores de uma xícara de café por dia têm 12% menos chance de morrer do que os participantes que não tomavam café.

E que os participantes que bebiam de duas a três xícaras de café por dia tinham um risco de morte 18% menor do que os que não bebiam café.

Mas, e os malefícios do café?

Até agora falamos sobre todos os benefícios do café, sempre apontando sobre a necessidade do equilíbrio. Afinal, tudo que se consome, em excesso, pode fazer mal mesmo.

No caso do café, ele pode aumentar a ansiedade em algumas pessoas que já têm maior tendência a desenvolver transtornos de ansiedade.

Além disso, não se recomenda consumo excessivo de café para gestantes, por aumentar o risco de sangramentos e aborto. Os efeitos do excesso no consumo de café ao feto também são maléficos. Por isso, mesmo se optar por café descafeinado, as gestantes devem nunca exagerar no consumo de café.

Outro malefício do café é dificultar a absorção de cálcio, contribuindo para a osteoporose. O ideal é consumir o café na temperatura ideal, o que não é tão quente que você nem consegue beber.

De fato, o consumo de café ou bebidas exageradamente quentes pode inclusive contribuir para o desenvolvimento de câncer na boca e laringe.

Por isso, o consumo de café, embora tenha muitos benefícios, deve ser sempre equilibrado e nunca em excesso. Afinal, o que se deseja é colher todos os benefícios do café, não é mesmo? Assim, você conseguirá ter todos os benefícios dessa bebida deliciosa para sua saúde.

Gostou ou tem dúvidas sobre essa matéria? Enviei um e-mail para o Review Café. Vamos adorar receber sua mensagem!

Referências

[1] Butt MS, Sultan MT. Coffee and its consumption: benefits and risks. Crit Rev Food Sci Nutr 2011 Apr;51(4):363-73.

[2] McLellan TM et al. A review of caffeine’s effects on cognitive, physical and occupational performance. Neurosci Biobehav Rev 2016 Dec;71:294-312.

[3] Kamimori GH et al. Caffeine improves reaction time, vigilance and logical reasoning during extended periods with restricted opportunities for sleep. Psychopharmacology 2015 Jun;232(12):2031-42.

[4] Grosso G et al. Coffee, tea, caffeine and risk of depression: A systematic review and dose-response meta-analysis of observational studies.

[5] Caini S et al. Coffee, tea and caffeine intake and the risk of non-melanoma skin cancer: a review of the literature and meta-analysis. Eur J Nutr 2017 Feb;56(1):1-12.

[6] O’Keefe et al. Coffee for Cardioprotection and Longevity. Prog Cardiovasc Dis May-Jun 2018;61(1):38-42.

[7] Santos RMM, Lima DRA. Coffee consumption, obesity and type 2 diabetes: a mini-review. Eur J Nutri 2016 Jun;55(4):1345-58

Compre itens de café com desconto!